Beber é pecado?

A Bíblia não diz que ingerir bebidas alcoólicas é pecado. Pelo contrário, há passagens bíblicas que mostram que o próprio Jesus bebia vinho. Entretanto, a Bíblia é veementemente contra o abuso das bebidas, a falta de controle e embriagar-se.

Sendo assim, o cristão deve ter uma relação saudável quanto à ingestão de bebidas. Vejamos alguns princípios bíblicos.

Versículos que falam sobre beber:

Paulo aconselha aos cristãos de Éfeso da seguinte maneira:

“E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito;” Efésios 5:18Efésios 5:18

Esse versículo é uma das evidências bíblicas que mostram que não é pecado beber. O pecado está em embriagar-se. Embriagar-se é ficar bêbado, perder o controle sobre a consciência. Essa atitude é reprovável. O cristão, no entanto, deve encher-se do Espírito. O estilo de vida do cristão deve ser de prudência e sabedoria. Portanto, ingerir bebida alcoólica deve ser com moderação e cautela, sem excessos.

Alguns dos argumentos que demonstram que bebida alcoólica não é pecado:

  • a presença do vinho na Santa Ceia;
  • Jesus bebia vinho (Mateus 11.19Mateus 11.19);
  • ele transforma água em vinho no casamento (João 2);
  • Paulo aconselha Timóteo a tomar um pouco de vinho por causa de sua saúde (1 Tm 5.231 Tm 5.23).

Nesses poucos exemplos, vemos que não há pecado em beber. O vinho (ou outra bebida) é parte da criação e deve ser apreciado e consumido com moderação. Mas, há perigo para aqueles que demasiadamente usufruem de bebidas.

Qual é o perigo das bebidas alcoólicas?

A sabedoria bíblica nos mostra que, embora não seja pecado beber, deve haver sabedoria nessa prática. Pois, a bebida pode apresentar alguns perigos. Vemos exemplos como a história de Noé, que se embebedou e trouxe vergonha para si mesmo (Gn 9.20-25Gn 9.20-25). Em Isaías vemos como estar bêbado é vergonhoso e reprovável para Deus:

“E estes também cambaleiam pelo efeito do vinho, e não ficam de pé por causa da bebida fermentada: Os sacerdotes e os profetas cambaleiam por causa da bebida fermentada e estão desorientados devido ao vinho; eles não conseguem ficar de pé por causa da bebida fermentada, confundem-se quando têm visões, tropeçam quando devem dar um veredicto.
Todas as mesas estão cobertas de vômito e não há um só lugar limpo.” Isaías 28:7,8Isaías 28:7,8

Sendo assim, a bebida pode trazer vergonha para aquele que bebe sem moderação. Paulo diz que a embriaguez é uma das obras da carne, contrária à vontade do Espírito de Deus (Gl 5.21Gl 5.21), algo que é destrutivo para o ser humano. A bebida pode iludir, trazer alegria temporária, mas quando se faz uso demasiado dela sem cuidado, logo estará viciado e aprisionado, com consequências drásticas.

Os conselhos de Provérbios sobre bebidas:

  • Não só o álcool, mas outros prazeres tornam-se perigosos quando abusamos deles:

“Quem se entrega aos prazeres passará necessidade; quem se apega ao vinho e ao azeite jamais será rico.” Provérbios 21:17Provérbios 21:17

  • O álcool pode nos colocar em situações de perigo que trazem grandes danos:

“De quem são os ais? De quem as tristezas? E as brigas, de quem são? E os ferimentos desnecessários? De quem são os olhos vermelhos?
Dos que se demoram bebendo vinho, dos que andam à procura de bebida misturada.” Provérbios 23:29,30Provérbios 23:29,30

  • O álcool é atraente e aquele que não é sábio se deixa atrair e ser envolvido sem perceber seus perigos. No fim, ele distorcerá a mente e será como veneno:

“Não se deixe atrair pelo vinho quando está vermelho, quando cintila no copo e escorre suavemente!
No fim, ele morde como serpente e envenena como víbora.
Seus olhos verão coisas estranhas, e sua mente imaginará coisas distorcidas.” Provérbios 23:31-33Provérbios 23:31-33

  • Por fim, o álcool entorpece a ponto de que você perca a noção de onde está e do que aconteceu. O poder da bebida será tão forte sobre você que o único pensamento será “onde posso conseguir um pouco mais?”:

“Você será como quem dorme no meio do mar, como quem se deita no alto das cordas do mastro.
E dirá: “Espancaram-me, mas eu nada senti! Bateram em mim, mas nem percebi! Quando acordarei para que possa beber mais uma vez?” Provérbios 23:34,35Provérbios 23:34,35

Para evitar esses e outros perigos da bebida alcoólica é necessário aprender na Bíblia a forma correta de lidar com o álcool.

Qual é a forma correta de beber?

Para evitar os perigos da bebida, devemos buscar a sabedoria das Escrituras. Por essa razão se deve aplicar domínio próprio, mencionado por Paulo como parte do fruto do Espírito.

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,
mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.” Gálatas 5:22,23Gálatas 5:22,23

O cristão pode beber, inclusive, socialmente, com o cuidado de dar bom testemunho, não infringindo as leis, como as de trânsito, por exemplo. Ele não deve colocar em risco sua saúde e o bem estar dos outros. Deve estar atento ao seu limite, com moderação e sabedoria. É preciso saber dizer “CHEGA” e ouvir quando outros dizem que você já está passando do limite. Os que passam desse ponto, são os que incorrem no risco de serem destruídos pelo vício.

“Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine. 1 Coríntios 6:121 Coríntios 6:12

Beber não é pecado, desde que isso não o domine, não faça mal a você e àqueles com quem convive.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More