Como vencer o pecado da carne?

O teólogo Wayne Grudem diz:

O pecado destroça tudo e todos. Não vivemos como estávamos originalmente designados a viver, e não vivemos num mundo para o qual fomos projetados. O pecado arruína a imagem de Deus em nós; não mais refletimos a perfeição com que Deus nos criou. Por causa do pecado, as coisas simplesmente não são do modo como deveriam ser originalmente. A história da espécie humana, tal como apresentada na Bíblia, é a história de Deus restaurando pessoas perdidas que vivem num mundo arruinado. É a história da vitória de Deus sobre os muitos resultados do pecado no mundo. 1 GRUDEM, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 854-858). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.

O que é pecado?

Alguns definem pecado como “errar o alvo”. Esse seria o sentido original da palavra. Mas, na Bíblia, pecado é melhor definido como qualquer falha em obedecer a lei de Deus. Seja uma falha por ação, atitudes, pensamentos, omissão, seja de forma intencional ou sem querer.

Pecado não é só algo que fazemos, mas algo que está entranhado em nossa natureza. Nosso coração é inclinado para o mal (Jr 17.9), dele saem maus pensamentos, imoralidades sexuais, roubos, calúnias, mentiras e assassinatos (Mt 15.19).

O pecado é uma corrupção interna do ser humano. Sendo assim, o ser humano é escravo do pecado (João 8.34). Todos os seres humanos são pecadores (1Rs 8.46; Sl 14.13; Rm 3.23). Aquele que diz que não tem pecado está mentindo (1Jo 1.8-10).

Cada segmento de nosso ser é afetado pelo pecado — nosso intelecto, nossas emoções, nossos desejos, nossos corações, nossos objetivos, nossos motivos e até mesmo nosso corpo físico. Todos estão sujeitos à decadência e à destruição causadas pelo pecado. Nossas ações, nossas atitudes e nossa própria natureza, tudo nos torna culpados de pecado.2 Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 889-891). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.

Introdução

Diante disso, a grande questão é “como podemos vencer o pecado?”. A Bíblia nos ensina que jamais conseguiremos sozinhos. Pois, toda nossa força de vontade, disciplina, dedicação em seguir regras serão insuficientes. Então, precisamos de um salvador, um libertador (João 8.36).

Por isso, olhamos para Jesus! Para que ele nos ensine o que devemos fazer. Ele foi o único homem que jamais pecou, embora tenha sido tentado em todas as coisas (Hb 4.15). A mensagem de Cristo se inicia com um chamado ao

  • Arrependimento! (Mt 4.27) Arrepender-se significa reconhecer seus pecados e abandoná-los. Em grego a palavra é ‘metanoia’, que quer dizer mudar a mente. É a mudança de mente depois de ter encontrado o evangelho. Esse arrependimento significa abandonar a antiga vida, onde fazíamos nossa própria vontade e olhar para Cristo como nosso exemplo e nosso Senhor.

Além disso, após pregar às pessoas que se arrependessem, Jesus encontrou alguns jovens e disse para eles:

  • Sigam-me! (Mt 4.19) Para vencer o pecado não basta se arrepender. É necessário seguir Jesus. Assim, substituiremos o nosso ‘eu’ corrompido, por um novo ‘eu’ mais parecido com nosso Salvador. Veja que Jesus chama pessoas para serem seus discípulos. Ou seja, aprendam tudo com ele, o sigam de perto, reflitam seu caráter. Esse é o propósito de Deus para seus filhos (Rm 8.28-29).

Portanto, arrependimento verdadeiro nos leva a seguir Jesus de perto! Sentir-se arrependido, com remorso pelos pecados, não é o bastante. O Arrependimento verdadeiro é seguido por mudança. A mudança é alcançada quando observamos Jesus e o imitamos. Contudo, isso só é possível pela ação do Espírito Santo em nós. (Rm 8.26-27) Esforços humanos são insuficientes. Mas, devemos cooperar nesse processo de amadurecimento cristão.

Conheça a verdade.

Ao seguirmos Jesus encontramos as respostas que precisamos.

No mesmo contexto em que diz que quem peca é escravo do pecado (João 8.34), Jesus ensina:

Disse Jesus aos judeus que haviam crido nele: “Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos.
E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.

João 8:31,32

Portanto, para vencer o pecado, conheça a Bíblia! Ela é a verdade de Jesus que liberta nossas vidas do pecado. Não apenas leia, mas permaneça firme, pratique.

Jesus nos diz que a Palavra de Deus é a verdade que nos santifica (João 17.17). Ser santificado quer dizer ser aperfeiçoado na santidade. Ser santo é a qualidade daquele que não tem pecado, que é puro, como é o nosso Deus. Então, ele age em nós para aperfeiçoar a nossa santidade. De fato, é esse o pedido de Jesus, que o Pai nos santifique na verdade, nos libertando do pecado e nos dando mais do caráter de Cristo.

Busque o Senhor em oração.

Conhecer o Senhor não significa acumular informações sobre ele. Conhecer significa aprofundar-se num relacionamento com ele, ouvindo sua palavra e colocando-a em prática no dia a dia. Algo fundamental é a oração. Pois, através da oração pedimos perdão pelas falhas, mas também pedimos força. A oração demonstra a nossa constante e total dependência do Senhor.

Veja o exemplo da oração que Jesus ensina a seus discípulos (Mt 6.9-13). A oração de Jesus nos ensina a pedir perdão (Mt 6.12), pois jamais seremos perfeitos nessa vida. Porém, após pedir perdão, devemos pedir que Deus nos ajude a não cair em tentação (Mt 6.13). A oração é um meio pelo qual recebemos força do Pai para enfrentarmos as tentações do dia a dia. Sozinhos não conseguimos.

Devemos vigiar e orar para não cair em tentação. (Mt 26.41) Jesus diz que o espírito está pronto, mas a carne é fraca. Então, vemos que nosso interior está sendo renovado por Deus, mas nossa carne ainda é fraca. Paulo fala a respeito da carne e da sua luta (Rm 7.22).

Viva pelo Espírito

A carne simboliza os nossos desejos, anseios, impulsos que são contrário à vontade de Deus. É nosso próprio ser lutando contra a vontade de Deus. São resquícios do pecado tentando afastar o cristão do Senhor. Aqueles que almejam vencer o pecado, estão em luta constante contra si mesmos. (Gl 5.17)

Paulo fala a respeito das obras da carne, são elas:

  • imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
  • idolatria e feitiçaria;
  • ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja;
  • embriaguez, orgias e coisas semelhantes. (Gálatas 5:19-21)

As obras da carne quase nunca mostram sua verdadeira face. Ou seja, elas não anunciam que são claramente coisas ruins. Elas se disfarçam de coisas boas, desejáveis, atraentes. Elas procuram nos atrair, encher a nossa mente, conquistar o nosso amor. Mas no fim levam à morte (1Jo 2.15-17; Rm 6.23). Contudo, a verdade sobre elas é evidenciada pela verdade bíblica.

A solução é simples:

Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.

Gálatas 5:16

Assim sendo, ao nos saciarmos da comunhão com o Espírito Santo as tentações da carne não nos enganarão. Paulo dá mais detalhes dizendo que se vivemos pelo Espírito, devemos andar por ele também (Gl 5.25). O Espírito nos deu nova vida, ele é a fonte dessa vida. Então, nossas práticas, escolhas, pensamento e sonhos serão influenciadas pelo Espírito. O Espírito nos aconselha, guia e corrige. Sobretudo, devemos buscá-lo na Palavra de Deus, pois nossos sentimentos e sensações são enganosos.

Desta forma, devemos crucificar tudo da carne que ainda restar em nós (Gl 5.24). Resistimos às tentações quando nos saciamos do Espírito.

Tenha fé

Para vencer o pecado da carne devemos ter fé. (1Jo 5.4) A fé vem pelo ouvir a palavra de Deus (Rm 10.17). Isto posto, é essencial que pratiquemos a verdade, busquemos a Deus em oração e creiamos nele. A fé que vence o mundo é crer que Jesus é o filho de Deus e veio ao mundo para nos salvar (1Jo 5.5).

Ter fé nos dá forças para crer com maior firmeza nas promessas bíblicas do que nas promessas da carne. O poder da tentação está em nos enredar pelas suas promessas, atraindo nossa cobiça. (Tg 1.14-15). A cobiça é um desejo ardente de possuir ou conseguir alguma coisa, sejam riquezas, bens, amores, ou etc.

No entanto, veja que Tiago nos alerta que as tentações são como um processo (Tg 1.14-15). Primeiro todos temos desejos, o pecado nos oferece formas de realiza-los. Ao poucos vai nos convencendo de que será bom, será fácil e será satisfatório. Ao permitirmos que esse processo se desenvolva, o pecado tomará cada vez mais controle sobre nós. Portanto, a tentação é como uma mentira muito boa que nos conduz a uma armadilha mortal. A fé nos faz ver a armadilha e confiar que andar ao lado de Deus é muito melhor.

Persevere

Contudo, veja Tiago 1.12, feliz é o homem que persevera na provação. Como podemos perseverar? Tiago 4.7 nos responde:

Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês.

Tiago 4:7

Para vencer a tentação, precisamos nos submeter à vontade de Deus. Agora, veja como a fé é fundamental aqui. Pois, a fé nos leva a crer que nosso Deus é verdadeiro, justo, puro, bondoso, amável e nos ama! Todas essas verdades são repetidas diversas vezes nas Escrituras.

Contudo, se não crermos nelas, jamais confiaremos que a vontade dele para nós é boa, perfeita e agradável (Rm 12.2). A fé nos faz ver que ao nos submetermos a Deus estamos experimentando o melhor para nossas vidas. A fé nos alerta que o diabo veio para matar, roubar e destruir! Enquanto que seguir a Jesus é encontrar vida em abundância! (João 10.10)

Sem fé é impossível agradar a Deus! Pois, precisamos crer que Deus existe e que ele recompensa aqueles que o buscam. (Hb 11.6) Sendo assim, a fé nos faz ver o propósito da santidade. Vencemos o pecado, pois, em Deus temos tudo que precisamos e nenhuma promessa do pecado é melhor do que as promessa de Deus para nossas vidas.

Mas a fé deve nos levar à perseverança! A fé sem obras é morta (Tiago 2.17-20). Logo, conhecermos e crermos nas promessas de Deus deve nos levar a negarmos as vontades da carne. A fé conduzirá nossas escolhas e atitudes diante da tentação.

Quais são as promessas de Deus para nossas vidas?

Tiago 1.12 diz que aquele que persevera na provação receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam!

Paulo diz que o fruto do Espírito na vida do cristão é: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. (Gl 5.22-23)

Jesus promete vida em abundância (João 10.10) e paz (João 14.27). Ainda mais, ele diz que estará sempre conosco (Mt 28.20).

As promessas bíblicas são inúmeras! E são fonte de força inesgotável para quem luta contra o pecado. Conhecer a Bíblia e crer no que ela ensina nos dá as armas para vencermos o pecado. E mesmo que sejamos fracos, não estamos desamparados. Pois, o Espírito do Senhor está conosco dia após dias nos ensinando a guardar tudo que Jesus ensinou (João 14.26).

E se eu falhar?

Conquanto o pecado não afete nosso estado de salvação ou permanência com Deus, ele atinge nossa comunhão com o Senhor, porque Deus se entristece com nosso pecado. Isso pode acarretar em disciplina divina em nossa vida, pois, “o Senhor disciplina a quem ama” (Hb 1.6). 3 Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 917-919). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.

Apesar de todos os cristãos ainda pecarem, eles não devem viver em um padrão de desobediência de longo prazo, pois “Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado” (1João 3.9). Mas se uma pessoa vive na prática do pecado, sem arrependimento, ele pode verdadeiramente não ter posto sua confiança em Jesus para a salvação. Ou seja, o padrão pecaminoso de sua vida pode mostrar que ele jamais foi realmente um cristão.

Por outro lado, quando os cristãos pecam, devem honesta, humilde e rapidamente confessar seus pecados a Deus. Quando fazermos isso, descobrimos que Deus é “fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça” (1João 3.9).  4 Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 923-926). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.

Fontes   [ + ]

1. GRUDEM, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 854-858). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.
2. Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 889-891). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.
3. Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 917-919). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.
4. Grudem, Wayne. Bases da fé cristã: 20 fundamentos que todo cristão precisa entender (Locais do Kindle 923-926). Thomas Nelson Brasil. Edição do Kindle.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More