Jejum de Ester: O que é? Versículos.

Jejum de Ester na Bíblia

A história bíblica de Ester nos conta que o povo judeu estava exilado e sob o domínio do Império Assírio. Ester havia se tornado rainha, esposa de Xerxes. Além disso, ela era sobrinha de Mardoqueu e do povo de Israel.

O povo judeu corria grande perigo. Pois, um homem chamado Hamã odiava Mardoqueu e havia tramado contra todo seu povo. Ele fez com que o Rei Xerxes emitisse um decreto que ordenava a aniquilação do povo judaico. Diante de tamanho perigo, Mardoqueu pede a Ester que interviesse diante do rei em favor de seu povo.

No entanto, Ester temia apresentar-se diante de Xerxes, pois, isso só era permitido a quem fosse convidado. Pois, se alguém que aparecesse sem um convite poderia ser condenado à morte. Por esta razão, Ester disse para Mardoqueu convocar todo o povo judeu a um jejum coletivo:

Então Ester mandou esta resposta a Mardoqueu:
“Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei”.

Ester 4:15,16

Para conhecer a história completa de Ester e Mardoqueu clique aqui.

Jejum de Ester 2018 e 2019

Uma prática pentecostal atual tem sido chamada de O Jejum de Ester. Ele é descrito da seguinte forma:

  • É um jejum de mudança de sorte;
  • É um jejum que trará o favor do Rei dos reis;
  • Enfim, é um jejum que tirará todos os impedimentos de suas promessas, te habilitará e que te constituirá para o Reino.
  • Além disso, declare todo o dia “Eu declaro que vou viver dias de alegria, de paz, de saúde, de prosperidade, de amor. Nesses dias, o Senhor mudará a minha sorte e a minha boca se encherá de riso e minha família viverá o melhor de Deus. Em nome de Jesus!”

Portanto, esse jejum tem como objetivo destravar as bênçãos de Deus sobre a vida do seu povo. O jejum atrairá o favor do Rei dos Reis. A promessa é que se você o fizer, alcançará um nível superior de espiritualidade, pois, é um jejum poderoso!

Contudo, note que se você falhar haverá consequências:

Note-se que sua carne vai lutar com você a cada passo do caminho em uma tentativa desesperadamente para te impedir dessa experiência inovadora. [sic]

Por favor, esteja ciente de que se você permitir que sua carne ganhe, então você acaba de dar um  beijo de adeus às bênçãos!

  • Blog Fonte de Fogo 1 fontedefogo.blogspot.com/2016/01/perguntas-e-respostas-sobre-jejum-de.html

Sendo assim, há diversos métodos na internet, orientando passo a passo como fazê-lo. De fato, ele se assemelha com as orientações bíblicas sobre jejum, contudo há alguns erros graves. Vejamos a seguir o jejum bíblico.

O Jejum Bíblico

Postagens Relacionadas

O jejum bíblico é a abstinência de todo tipo de alimentação, às vezes até mesmo de água. A privação do alimento, por um tempo determinado, tem o objetivo de dedicar-se à oração, à comunhão com Deus, ao exame da alma. É também uma expressão de quebrantamento, tristeza e arrependimento diante de Deus.

No Antigo Testamento, havia dias de jejum específicos no calendário dos judeus. Eram épocas em que a nação inteira jejuava, em certas ocasiões por alguns dias. Nesses períodos, eles afligiam sua alma, humilhavam-se diante de Deus, confessavam seus pecados, se quebrantavam e renovavam sua aliança e o propósito de viver para o Senhor. Os jejuns conclamavam o povo a jogar fora seus ídolos, arrepender-se e voltar-se para Deus. O jejum era parte visível da consternação, da dependência do Senhor (cf. Êx 34.28; Jz 20.26; 1Rs 19.8; 2Cr 20.3).

Além disso, o Jejum que realmente agrada ao Senhor, deve ser oportunidade para ajudar os pobres, deixar o pecado, quebrar o jugo da iniquidade, parar de oprimir os inocentes, cessar a prática da violência, andar nos caminhos de Deus. (Is 58.6-8)

Já no Novo Testamento, o jejum tem o propósito de exercício espiritual, que visa a mortificar a carne, subjugar os desejos pecaminosos, elevar o espírito, entristecer o homem diante de Deus. 2 Nicodemus, Augustus. Cristianismo Descomplicado. Editora Mundo Cristão. Edição do Kindle.

Portanto, jejum é um exercício para mortificar nossos desejos carnais e nos humilhar diante de Deus. Dessa forma, nosso ego é diminuído e a graça de Deus nos fortalece. Não é um meio de convencer Deus a fazer a nossa vontade! O jejum bíblico não é uma forma de mudar a nossa sorte. O jejum bíblico transforma o nosso ser!  O jejum bíblico não traz o favor de Deus e não nos dá o poder de determinar coisas para dele. O jejum é o sinal visível da humilhação de nosso coração, que reconhece sua pequenez e pecaminosidade e clama pelo perdão do nosso Senhor.

Veja mais versículos sobre Jejum e Oração

A forma errada de Jejuar

Mesmo na época do Antigo Testamento, o real propósito santo do jejum era distorcido. Já havia pessoas que o praticavam de forma errada e pelo motivo errado. Queriam conseguir coisas que Deus não prometeu dar por meio do jejum. Achavam que essa prática tivesse em si algo mágico.

Muitas pessoas pensam assim hoje. O ato de jejuar é, muitas vezes, como uma espécie de talismã, garantia de bênçãos que coloca Deus como um escravo de nossos pedidos. Parece que o jejum nos dá poder de mandar em Deus. Mas, na verdade, biblicamente, caso o jejum não seja acompanhado de uma atitude espiritual correta, não valerá absolutamente nada.

O jejum deve vir acompanhado de quebrantamento, arrependimento, confissão de pecados, humilhação diante de Deus, tempo de oração e dedicação ao Senhor.

Portanto, não adianta jejuar se isso não vier acompanhado de arrependimento, um proceder santo, mudança de atitude e vida de oração. 3 Nicodemus, Augustus. Cristianismo Descomplicado. Editora Mundo Cristão. Edição do Kindle.

Como praticar o Jejum

  • Abstenha-se de comer, talvez até de beber, um dia, dois ou o tempo que você aguentar.
  • O jejum tem de ocorrer  juntamente com a meditação, oração, leitura da Escritura, quebrantamento, súplicas.
  • O jejum é também apropriado em momentos de crise, calamidade pública, doenças na família e crises existenciais.
  • Tire um tempo para ficar diante de Deus.
  • E, quando jejuar, jejue para Deus. Não precisamos contar às pessoas que estamos jejuando. (Mt 6.16-18)

Notas Bibliográficas

Os trechos a respeito do Jejum Bíblico, A Forma Errada de Jejuar, Como praticar o Jejum foram retirados do livro Cristianismo Descomplicado do Rev. Augustus Nicodemus.4 Nicodemus, Augustus. Cristianismo descomplicado (Locais do Kindle 1992-1995). Editora Mundo Cristão. Edição do Kindle.

Fontes   [ + ]

1. fontedefogo.blogspot.com/2016/01/perguntas-e-respostas-sobre-jejum-de.html
2, 3. Nicodemus, Augustus. Cristianismo Descomplicado. Editora Mundo Cristão. Edição do Kindle.
4. Nicodemus, Augustus. Cristianismo descomplicado (Locais do Kindle 1992-1995). Editora Mundo Cristão. Edição do Kindle.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. AcceptRead More