Quem é Josué na Bíblia?

Um dom momentos mais marcantes da história de Israel no Antigo Testamento é a libertação da escravidão no Egito. Após ser liberto o povo peregrina no deserto por 40 anos. Sob a liderança de Moisés, caminham em direção à Terra Prometida. O grande sonho desse povo é receber das mãos de Deus a terra onde manam leite e mel.

Moisés não poderá entrar na Terra Prometida, em seu lugar um novo líder dará continuidade à missão de conduzir o povo na conquista da promessa. Esse líder é Josué. Ele é o sucessor de Moisés, escolhido por Deus.

Josué, Filho de Num

Nascido no Egito, era um israelita da tribo de Efraim (tecnicamente, Tribo de José). É o personagem principal do 6º livro da Bíblia, que recebe seu nome. Seu pai era Num e no nascimento recebeu o nome de Oséias, que significa “salvação” (Nm 13.8Nm 13.8). Mais tarde, Moisés mudou seu nome para Josué, que significa “Javé é Salvação” (Nm 13.16Nm 13.16). Esse nome é muito importante e especial na literatura bíblica, pois, é a raiz hebraica do nome “Jesus” (“Yeshua” em aramaico que também significa “Javé é Salvação”).

Não há relatos a respeito de seus filhos ou sua esposa. As evidências bíblicas apontam que é provável que ele tenha tido família, mas não há registro de seus nomes. Uma das evidências que apontam para a família de Josué são suas palavra no versículo “Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor” (Js 24.15 Js 24.15 – NVI).

Veja também: Quem foi a Esposa de Josué?

A Preparação de Josué

Antes de ser líder, Josué foi auxiliar de Moisés. Era um jovem nos tempos do livro do Êxodo. (Ex 33.11Ex 33.11), e servia como ministro e companheiro. Acompanhou Moisés quando subiu o Monte Sinai para receber os 10 Mandamentos (Ex 24.13Ex 24.13). Ele tinha a confiança de Moisés e buscava o Senhor.

Quando surge um conflito com os amalequitas em Refidim, no deserto do Sinai, Moisés encarrega Josué de um grupo de soldados israelitas para repelir o ataque inimigo. Ele obtém uma grande vitória (Ex 17.9-13Ex 17.9-13). Mais tarde, é escolhido como um dos 12 enviados para espiar a terra de Canaã (Nm 13.8Nm 13.8).

Em seu retorno, ele e Calebe apresentam um relatório motivando o povo. Apesar das dificuldades e do poder dos inimigos, eles confiam que a mão do Senhor está ao lado deles e dará vitória, entregando a terra prometida. Os outros espias apresentaram relatórios desanimadores e cheios de medo influenciam o povo a recuar. Por sua fé e coragem firmadas na Palavra de Deus, Josué e Calebe recebem a permissão para entrar na terra prometida quando chegasse a hora. Enquanto os outros espias e os todos adultos do povo morreriam no deserto, porque duvidaram da palavra de Deus

Josué, líder escolhido por Deus

Ao se aproximar o dia da morte de Moisés, conforme Deus havia determinado, Josué é chamado para uma conversa. Nesse momento, ele recebe sua missão, deveres e responsabilidades diretamente de Deus (Dt 31.14Dt 31.14). Mas não ouve apenas qual será sua missão, Javé diz:

O Senhor deu esta ordem a Josué, filho de Num: “Seja forte e corajoso, pois você conduzirá os israelitas à terra que lhes prometi sob juramento, e eu próprio estarei com você”. Dt 31.23Dt 31.23

A grande responsabilidade de ser o sucessor de Moisés é desafiadora. Josué recebe uma das missões mais difíceis em toda a Bíblia, não está em sua força e em sua capacidade concretizar o sucesso da tarefa. Ele é chamado, por escolha de Deus e capacitado a realizar sua missão em dependência daquele que o chamou.

Josué, capítulo 1

O livro de Josué, capítulo 1, verscículos 1 a 9, demonstra como a tarefa será bem sucedida. Por 3 vezes, Deus lhe diz “Seja forte e corajoso” (Js 1.6,7,9Js 1.6,7,9), repetindo o que já havia sido dito em Deuteronômio. Mas a mensagem não se resume ao elemento motivador. O complemento é muito importante para toda a história de Josué.

Primeiramente, Josué deve ser forte e corajoso, pois, ele tem a missão de conduzir e liderar seu povo à terra que havia sido prometida aos seus antepassados (Js 1.6Js 1.6). Ele será o exemplo do povo, o líder que não deve recuar. Mas, não deverá fazer isso de qualquer forma. Pois, vemos a seguir que sua força e coragem devem mantê-lo apegado às coisas que aprendeu com Moisés. Principalmente obedecer a lei, e não se desviar nem para a direita ou para a esquerda. Deve falar da lei, meditar, tê-la na memória. Se cumprir isso, ele será bem sucedido por onde andar. A Palavra do Senhor conduzirá Josué e o fortalecerá na missão. Essa será uma das suas fontes de força e coragem (Js 1.7-8Js 1.7-8).

Esses conselhos completam-se com:

Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. (Js 1.9Js 1.9)

A promessa está firmada na palavra dita pelo próprio Deus. Ele é fiel e não volta atrás. O desânimo e o pavor virão ao encontro de Josué e de seu povo durante a jornada. Mas, a presença do Senhor os confortará e fortalecerá. A Palavra do Senhor e sua doce presença são a fonte de força e coragem para aqueles que dedicam sua vida à missão que o Senhor lhes deu.

Josué, confirmado por Deus

A história contada no livro de Josué mostra a ação de Deus para confirmá-lo como o líder do povo (Js 3.7Js 3.7). Uma delas, em especial, é a travessia do Jordão (Js 3.8 Js 3.8 – 4.248211; 4.24). O povo está prestes a entrar na terra prometida, mas precisa atravessar o Rio Jordão. Não é uma travessia fácil naquele tempo. Deus dá instruções a Josué de como a travessia deveria ser feita e avisa que fará um milagre. Josué orienta o povo, e quando os sacerdotes pisam nas águas, o rio se abre. As fortes correntezas que desciam rio abaixo, na época da cheia, estancam e abrem caminho para o povo passar.

Josué orienta o povo a pegar 12 pedras, simbolizando as tribos de Israel. Eles devem empilhar essas pedras como um memorial para os filhos dos israelitas lembrarem que Deus os ajudou a passar o Jordão. Para que eles saibam que o Deus vivo está no meio deles e dará a vitória sobre todos os povos inimigos (Js 3.10Js 3.10).

Tal ação de Deus fez com que o povo respeitasse Josué todos os dias da sua vida, assim como tinham feito com Moisés (Js 4.14Js 4.14).

A Conquista de Canaã

Josué obteve diversas vitórias ao longo de sua jornada como líder do povo. Algumas são marcantes e notáveis: a conquista de Jericó (Js 6), a conquista de Ai, a vitória sobre 5 reis, depois outra vitória sobre 7 reis, quando fez o sol parar com sua oração e outras vitórias relatadas em seu livro. Em todas essas vitórias fica clara a ação da mão de Deus conduzindo-o e fortalecendo seu coração.

A habilidade militar de Josué foi uma ferramenta usada por Deus em sua missão, mas não foi a capacidade de Josué que lhe deu a conquista de Canaã. O seu livro deixa claro que foi a mão do Senhor que lhes deu vitória: “[Josué] convocou todo o Israel, com as autoridades, os líderes, os juízes e os oficiais, e lhes disse: “Estou velho, com idade muito avançada. Vocês mesmos viram tudo o que o Senhor, o seu Deus, fez com todas essas nações por amor a vocês; foi o Senhor, o seu Deus, que lutou por vocês.” (Js 23.2-3 Js 23.2-3 – NVI)

A ênfase do livro, portanto, não é a pessoa de Josué. O ponto principal é como Deus é fiel à sua aliança, à promessa que tinha feito a Abraão de dar ao seu povo uma terra onde manam leite e mel. É a fidelidade de Deus que conduz o povo na conquista de Canaã e lhe dá descanso. Após diversas guerras para conquistar a terra prometida, o livro de Josué relata que o Senhor deu repouso a Israel (Js 23.1Js 23.1). O Senhor cumpriu sua promessa, usando homens desde Abraão, José no Egito, Moisés e, por fim, Josué. O papel destes homens é glorificar a Deus e fazê-lo conhecido. Suas conquistas apontam para a grandeza do poder de Deus. Como o próprio nome de Josué diz, “Javé é Salvação”, não é o próprio Josué quem salva e dá a vitória, mas sim, Deus que os acompanha é quem os salva.

Conclusão

Josué é retratado em seu livro como um segundo Moisés conduzindo o povo à vitória em nome e no poder de Javé. Em justiça, sabedoria e lealdade ao Senhor, ele parece encarnar as características necessárias a todos os líderes servos. Ele é o único líder político e militar do Antigo Testamento com uma história imaculada, ou seja, que durante sua vida não se afastou do Senhor.

 

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More