O que a Bíblia fala sobre Tatuagem? Tatuagem é pecado?

O

Não é de hoje que as pessoas tatuam seus corpos. A tatuagem é uma prática antiquíssima que carrega diversos significados em diferentes culturas.

Em nossa época a tatuagem é muito comum, podendo representar uma homenagem para a mãe ou filhos, a marca de pertencimento a um grupo ou tribo urbana, ou só uma questão de estilo pessoal.

Ao pensar nessas questões, cristãos se perguntam qual é visão bíblica a respeito da tatuagem. Então, vamos pensar sobre isso nesse breve artigo.

Tatuagem no Antigo Testamento – Lv 19.28

A referência direta a tatuagens presente no Antigo Testamento é esta:

“Não façam cortes em seus corpos por causa dos mortos, nem tatuagem em si mesmos. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:28

A partir disso, muitos cristãos interpretam que qualquer tipo de tatuagem é pecado. E muitas vezes discriminam pessoas tatuadas. O fato é que para se entender melhor essa passagem é necessário levar em consideração o contexto.

Contexto de Levítico 19.28

As tatuagens nos tempos do Antigo Testamento eram usadas em situações muito específicas. Era comum que pessoas fossem tatuadas quando

  • se era um escravo, o nome de seu dono era tatuado em você.
  • um soldado tinha o nome de seu general tatuado no corpo.
  • alguém venerava um deus, tatuava sobre si o nome da divindade.

Essa prática era comum em diversos povos. Além disso, é importante lembrar que os egípcios tinham esse costume para rituais de fertilidade e cultos aos seus ídolos. Lembre-se que Israel ficou no Egito por alguns séculos. Lá aprenderam diversos costumes.

Quando saíram do Egito, receberam a lei de Deus! O Deus verdadeiro estava ensinando como seu povo deveria viver. Esse é o contexto de Levítico. Israel não deveria viver os costumes que aprendeu com os egípcios. Os rituais pagãos, os ídolos e os demais costumes do Egito deveriam ficar para trás. Israel seria o povo exclusivo de Deus.

Levítico 19.28 ensina que tatuagem é pecado?

Sim! Contudo, somente quando a tatuagem é feita para adorar um ídolo, como parte de um ritual pagão, ou demonstra um significado que afronta a lei de Deus. Mas, veja que o pecado vai além do desenho, a razão de fazer a tatuagem e o seu significado são muito importantes.

Quando Lv 19.28 proíbe o povo de fazer tatuagem, ele está evidenciando que Israel é o povo de Deus. Portanto, não devem carregar marcas de outros deuses ou da escravidão.

Além disso, o povo de Israel estava aprendendo algo sobre a própria identidade da humanidade: O Senhor criou a humanidade à sua própria imagem e semelhança. Os seres humanos foram criados para refletir a glória de Deus. Mas, como fariam isso se seus corpos estivessem marcados pelo pecado e idolatria?

Portanto, Israel não deveria se tatuar porque era um povo santo, separado para Deus. A beleza e pureza de Israel deveriam servir de modelo para as outras nações.

Sendo assim, veja que Deus leva muito a sério a beleza de sua criação, a arte, e o corpo humano. Pois, ele os fez para sua própria glória. Toda vez que a tatuagem infringe esses princípios bíblicos, ela é pecaminosa.

Eu sou dono do meu próprio corpo?

Se você é cristão, então seu corpo serve a um propósito maior do que seus próprios desejos. Seu corpo não é seu, pois toda sua vida pertence a Jesus (1Co 6.15). Isso significa que o que fizermos seja em atitudes, vontades, desejos e até mesmo com nosso corpo, deve sempre ser para a glória de Deus. (1 Co 6.19,20)

Uma maneira simples de aplicar esse princípio é procurar, sempre antes de tomar decisões, pensar no que Jesus faria em nosso lugar. Viver para a glória de Deus é colocar a vontade dele acima da nossa, sempre lembrando que nós somos discípulos de Jesus. Em vista disso, devemos viver como ele viveu.

Jesus faria uma tatuagem?

Apenas se isso fosse glorificar a Deus. As marcas que Jesus carrega em seu corpo não são de tatuagens, mas sim de seu sacrifício. Pois, ao morrer em nosso lugar suas mãos, seus pés e o lado de seu corpo foram marcados para sempre pelos pregos, pela lança e pela cruz!

As marcas dele demonstram seu amor, fidelidade, obediência a Deus, graça e vitória sobre a morte. Portanto, faça tudo que puder para que as suas marcas sejam semelhantes às dele.(2Co 5.15)

Dicas para refletir antes de fazer uma tatuagem:

Pense bem antes de fazer uma tatuagem, pois ela ficará marcada em você para sempre. Pense com sinceridade:

  • Qual é sua motivação?
  • Você está fazendo por pressão dos amigos?
  • Qual é o significado da tatuagem?
  • Essa tatuagem é ofensiva ou desrespeitosa?
  • Você já pediu conselho aos seus pais?
  • Você gostará dessa tatuagem daqui a dez anos?
  • Acima de tudo, pense: Essa tatuagem honra a Deus e o que Jesus fez por mim?

Responda para você mesmo com sinceridade e veja se vale a pena. Caso esteja em dúvidas, peça conselho a alguém em quem você confia e que tenha sabedoria.

Se você já decidiu fazer, lembre-se de procurar um profissional competente e com referências.

“Fiz uma tatuagem e me arrependo!”

Muitas pessoas conhecem a Jesus e carregam marcas do passado. Seja na alma ou no corpo. O caminho é o mesmo para aqueles que se arrependem: peça perdão a Deus.

Após pedir perdão, saiba que aqueles que foram salvos por Jesus são Novas Criaturas. As coisas antigas já passaram, você não precisa se prender ao remorso.(2Co 5.17-19)

Mas, caso a tatuagem ainda o constranja. Talvez você deva considerar os meios clínicos para uma remoção. Contudo, saiba que o arrependimento verdadeiro diante de Deus é suficiente.

Resumindo, Tatuagem é Pecado?

Fazer uma tatuagem, por si só, não é pecado. Mas a tatuagem pode ser uma expressão pecaminosa por conta de seu significado e contexto. Sendo assim, você precisa refletir sobre o que a tatuagem significa e se ela honra a Deus.

Ao decidir sobre sua tatuagem, lembre-se de aplicar os princípios cristãos. Se sua tatuagem escandaliza pessoas ao seu redor, por amor a elas, você não deve fazê-la. Se a tatuagem expressa a beleza e graça do evangelho, então, não há pecado. Se a tatuagem é um meio para ser aceito em algum grupo, lembre-se que em Jesus você já tem toda a aceitação e amor que precisa.

A tatuagem é uma expressão visível da personalidade do indivíduo, sendo assim, que a sua personalidade seja uma expressão do amor de Cristo em sua vida. Desse modo, a tatuagem não é pecado.

 

Add comment