Categorias
Espírito Santo Vida Cristã

Templo do Espírito Santo: O que significa? Versículos, tatuagem, etc.

Nosso corpo é o templo do Espírito Santo significa, essencialmente, que o Espírito Santo faz de nosso corpo sua habitação. Somos sua morada! Por isso, devemos ser guiados pela vontade dele e não pertencemos mais a nós mesmos. (1Co 6.19)
No Antigo Testamento, o templo era o lugar sagrado que tinha a presença de Deus. Era o sinal visível do Deus Vivo habitando em meio ao seu povo. Contudo, no Novo Testamento, o Espírito Santo de Deus habita no corpo dos cristãos, e não em templos de pedra. (1Co 3.16) Ou seja, dia a dia Deus está com cada um de seus filhos, guiando-os, fortalecendo, aconselhando e lhes sustentando.

Templo do Espírito Santo – Estudo

O templo é uma das partes mais importantes da religião judaica no Antigo Testamento (AT). Entender o simbolismo do templo no AT nos ajuda a compreender a profundidade dessa verdade do Novo Testamento (NT), a saber, de que o cristão é templo do Espírito Santo.

O templo no Antigo Testamento

O Templo é uma das coisas mais importantes no Antigo Testamento. Pois, é um dos principais pilares da fé judaica. Deus escolheu aquele templo para colocar seu nome ali, seus olhos e seu coração dariam atenção constante àquele lugar (2Cr 7.11-16). Quando o Novo Testamento fala sobre Cristo, fica claro que  os três grandes pilares do judaísmo antigo — a saber: a Torá, o Templo e a Terra Prometida — são reavaliados a partir de Jesus.
Desse modo, observamos que todo o Antigo Testamento aponta para Cristo como o ápice da glória de Deus e o cumprimento de sua Palavra. O templo tem o propósito de que todos saibam que Deus está presente ali, que Deus os ouve e habita com seu povo. O templo é uma forma do povo ver Deus sempre presente, ao seu lado.

O templo no Novo Testamento

Portanto, a importância do templo será revista a partir da boa nova do Evangelho. Pois, no NT, Jesus é o templo! (João 2.19) Imagine quão chocante era tal afirmação! No Antigo Testamento, o templo era o local da habitação santíssima de Deus no meio de Israel. Algumas partes do templo, como o Lugar Santíssimo, eram extremamente reservadas e apenas o sacerdote poderia entrar. Mas, para isso, ele precisaria passar por rituais rígidos de purificação.
Quando o Novo Testamento diz que esse Deus Santíssimo, glorioso, não habita mais no templo de Israel, mas está plenamente revelado em Jesus, anuncia-se uma notícia inimaginável para um judeu.
No Antigo Testamento, o templo era o símbolo da presença de Deus, no entanto, no NT, Jesus é Deus conosco (Mt 1.23). Ele é a presença de Deus fora do templo, andando nas ruas e levando a glória de Deus por onde vai. Ele é plenamente Deus em meio ao seu povo.
O templo do AT tinha concluído seu propósito que era apontar para o que Cristo traria em plenitude. O templo limitava o acesso a Deus, poucos poderiam entrar em todos os lugares, havia barreiras entre a presença de Deus e o povo. Mas, em Cristo há liberdade para o acesso à presença de Deus. Isso é anunciado quando o véu do templo se rasga de alto a baixo. (Mt 27.50-51) O sacrifício de Jesus nos dá acesso à presença de Deus.

Nota do Editor:
Livros que indicamos sobre este tema

R$ 22,67
R$ 45,90
in stock
9 new from R$ 20,74
2 used from R$ 33,00
as of março 15, 2020 10:58 pm
Amazon.com.br
Free shipping
R$ 24,60
R$ 32,90
in stock
9 new from R$ 20,00
2 used from R$ 25,00
as of março 15, 2020 10:58 pm
Amazon.com.br
Free shipping

O Espírito Santo:

Jesus, antes de ser crucificado prometeu que enviaria o Conselheiro. (João 16.7-8) Além disso, Cristo nos diz que esse Conselheiro seria o Espírito da Verdade que nos guiaria. (João 16.13) Portanto, a partir desses trechos, veja que o Espírito Santo é enviado por Jesus para nos convencer do pecado, da justiça e do juízo. Além disso, guiará os cristãos na verdade, ou seja, nos ensinamentos de Cristo.
Quando estudamos a questão de sermos templo do Espírito Santo, precisamos lembrar dessas coisas. Pois, somos morada  do Espírito Santo, enviado por Jesus!

Posso fazer o que quiser com meu corpo?

Não. Pois, seu corpo agora é templo do Espírito Santo. Toda sua vida pertence a ele. Isso significa que você deve confiar que ele lhe dará os melhores conselhos sobre como cuidar de seu próprio corpo. Não faça o que você quiser, se você é habitação do Espírito, busque conhecer a mente dele para experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus em sua vida. (Rm 12.1-2)
O Espírito Santo tem um propósito para habitar em nós. Vemos nos escritos de Paulo à igreja em Corinto. Na primeira carta à essa igreja, lemos:

Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês? (1 Coríntios 3:16)

Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? (1 Coríntios 6:19)

Observe que ser templo do Espírito Santo é um privilégio. Porém, privilégios trazem grandes responsabilidades. A condição dos coríntios de justificados e santificados em Cristo deve resultar numa vida de obediência crescente
às exigências de Deus (ICo 6.11,12-20). Embora para 0 crente todas as coisas sejam “permitidas”, ainda assim, nem tudo convém. O Espírito nos impulsiona para uma vida de santidade. (ICo 6.12)
A igreja é templo do Espírito, construída sobre o alicerce da cruz de Cristo (1Pe 1.18-20; 1Co 1.19,20; 1Co 3.10-23). Por isso, cada cristão é chamado a viver por amor a Jesus, acima de tudo! Jesus nos deu nova vida, não devemos mais ser escravos do pecado. Esse é o contexto presente em 1Co 6.9-11.

Sendo assim, o Espírito habita faz de nós seu templo para nos:

  • Limpar do pecado;
  • Santificar;
  • Guiar na Palavra da Verdade;
  • Moldar nossas vidas ao caráter de Cristo.

A glória de Jesus está presente em seu povo e deve brilhar através dele. Assim como Jesus é a presença de Deus em meio às pessoas, o cristão deve ser um sinal da presença de Jesus onde estiver. Isso só é possível pela ação do Espírito Santo naqueles em quem ele habita.

Leia Também: O que a Bíblia fala sobre Tatuagem? Tatuagem é pecado?

A Santidade do Templo do Espírito Santo

Sem dúvidas, ao falarmos da habitação de Deus, devemos falar de sua santidade.  A convicção de que Deus é
santo é fundamental na vida do cristão. Pois, ele nos diz “sede santos, porque eu sou santo” (1Pe 1.15-16). O mesmo princípio está presente em 1Tessalonicenses 4.3-8, de que crentes devem manter distância das práticas imorais e atender ao chamado divino para ter uma vida de “santificação” (ITs 4.7).
No entanto, isso só é possível quando estamos amparados no dom do Espírito Santo (ITs 4.8). Pois, ele nos conduz à santidade na redenção (2Ts 2.13 – Esse texto evidencia ainda mais que a presença do Espírito Santo conduz à fé na verdade e à uma vida naqueles que foram salvos).
Esse pano de fundo serve para mostrar a importância da mensagem de 1Coríntios 6.12-20, onde vemos a insistência de Paulo para fugirmos da “imoralidade sexual”. Outros pecados são listados em 1Co 6.9-11, tais como idolatria, imoralidade, amor ao dinheiro, trapaceiros, caluniadores e etc. Não só a imoralidade sexual, mas todos esses pecados devem ser combatidos pelo cristão.
Porque se somos habitação do Espírito Santo, devemos ser santos, assim como Ele é. Em outras palavras, o Senhor terá um povo santo e nosso corpo deve ser expressão de sua santidade.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.

Romanos 8:28,29

Pregação sobre o templo do Espírito Santo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *