Vida em Abundância!

Vida em abundância é uma das promessas que Jesus faz àqueles que creem nele. Além de trazer conforto e paz aos seus discípulos, essa promessa traz esperança. Pois, em um mundo com tanto sofrimento e angustia, nosso coração encontra paz nas palavras de vida abundante que Cristo nos dá.

Vejamos a seguir um estudo sobre o que Jesus nos ensina.

Vida em abundância – Estudo

Esse é um discurso de ensino, no qual Jesus se apresenta como o bom pastor. O bom pastor é aquele que dá a sua vida em favor das ovelhas (Jo 10.11).

Contexto

Em João 10, Jesus usa uma metáfora para ensinar o povo. Ele explica a diferença entre o pastor das ovelhas e o ladrão (Jo 10.1). O pastor conhece suas ovelhas, cuida delas e as conduz para os melhores pastos. (Há uma semelhança com o Salmos 23.1-4). As ovelhas reconhecem a voz de seu pastor e o seguem aonde for. Além disso, as ovelhas não seguem estranhos, porque não reconhecem sua voz (Jo 10.5).

O Pastor e o Ladrão

A principal diferença entre o pastor e o ladrão é evidenciada pelas palavras de Jesus:

O ladrão vem apenas para furtar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.

João 10:10

Portanto, o ladrão é aquele que abusa das ovelhas, usando-as para seus próprios desejos egoístas. Ele tem apenas o objetivo de extorquir as ovelhas, até que tire tudo que possuem, inclusive suas vidas. Mas, veja que o oposto do ladrão é o pastor. O pastor não quer extrair a vida das ovelhas, pelo contrário, ele dá a própria vida em favor delas (Jo 10.11).

O termo “Eu vim”, em João 10.10, deve ser enfatizado. Pois, declara que Jesus é o pastor mencionado anteriormente no capítulo. Além disso, prepara o leitor para entender que Jesus é o bom pastor de João 10.11. Sua vinda é exatamente o oposto da vinda do ladão que vem para o mal. Ele veio de uma vez por todas, para que as ovelhas pudessem ter vida. 1 Ellicott’s Commentary for English Readers  Jesus é o bom pastor que ama a suas ovelhas!

Vida em abundância – significado

O sentido dessa vida em abundância é a vida que vem através de Cristo. Essa vida é transbordante do cuidado de Deus, sua presença, pastagens verdejantes e águas de descanso (como no Salmo 23.1-5). E ainda mais, há graça sobre graça, e verdade em sua plenitude através de Jesus (Jo 1.16-17).

Nesse contexto, a vida em abundância é contrastada com a vida daqueles que estão distantes de Cristo. Pois, sem Jesus não há verdadeira vida. O pecado, o ladrão, o diabo, abusam da vida e a destroem progressivamente. Esse mundo expõe uma realidade, distante de Deus, que conduz à morte. Contudo, as pessoas que estão nessa vida, não percebem que estão vivendo algo aquém daquilo que Deus criou e planejou para a humanidade. Ou seja, esse mundo nos impede de viver plenamente todas as maravilhas que Deus fez para a humanidade!

Vida abundante não significa riquezas, bens materiais ou coisas do tipo. Vida abundante é uma vida livre do poder escravizador e destruidor do pecado. É uma vida com Jesus, que nos conduz à eternidade com Deus, onde não haverá mais choro, tristeza ou dor, como lemos em Apocalipse 21.3-4.

Curiosidade: Note que Ap 21.3 diz que Deus estará com os homens, e que eles serão seus povos. Sendo assim, pessoas de diferentes povos farão parte do único povo de Deus. Isso também é dito por Jesus em João 10.16. Portanto, o texto em João 10.10 está conectado com a vida eterna em João 10.28. Essa vida eterna é melhor explicada em Ap 21.3-4, onde fica claro que o ladrão não terá mais poder para matar, roubar e destruir. Mas, a vida abundante será plena e completa para o povo de Deus. Concluindo, Vida abundante é uma vida de plena comunhão com Deus.

Abundância (abundante) em grego:

 περισσός – ‘perissos’

Significa: mais do que…(algo); excede expectativas; mais do que o necessário; completo; vai além do limite esperado. 2 HELPS Word-studies

Além disso, também quer dizer: mais, maior, excessivo, abundante, excedente, veemente; Quando é substantivo, significa: preeminente, vantagem, benefício, proveito. 3 Strong’s Concordance

Vida em grego:

 ζωή – zóé

Significa: Vida, tanto física quanto espiritual. 4 Strong’s Concordance

A vida sempre é doada e sustentada pelo próprio Deus. Sendo assimn, o Senhor intimamente concede o dom da vida às pessoas, criando cada uma à sua imagem, dando-lhes a capacidade de reconhecer a vida eterna dele. 5 HELPS Word-studies

Vida no Evangelho de João

Essa palavra é usada muitas vezes ao longo do Evangelho de João e suas cartas.

João 1.4 diz que Nele estava a vida. Esse capítulo é a abertura do evangelho, onde João nos conta que Jesus é o Verbo (Λόγος). Ele é a fonte da vida e a luz (João 1.3-5). Desde o primeiro capítulo, João está apresentando a verdadeira vida que está apenas em Jesus.

Ademais, em João 5.21-29 e João 5.39-40, Jesus nos esclarece mais a respeito da vida. Ele diz que tem poder de dar a vida a quem quiser. Assim, aqueles que ouvem suas palavras e creem recebem a vida eterna! Ou seja, já passaram da morte para a vida. Sendo assim, a nova vida em Cristo não é apenas uma vida após a morte, mas uma nova vida a partir do momento que cremos nas palavras de Jesus. Contudo, essa nova vida aqui na terra é apenas um preludio da vida que será plena na eternidade.

Em João 10.10 fica ainda mais claro que essa nova vida é a Vida real e genuína. Ela é ativa e vigorosa, dedicada a Deus, abençoada. É a porção, ainda nesse mundo daqueles que creem em Cristo, mas, após a ressurreição ser consumada será uma vida eterna. 6 Thayer’s Greek Lexicon

  • Há um contraste entre vida e morte. Estão mortos e condenados a perecer por causa de seus pecados todos os seres humanos. Mas, aqueles que se rendem a Cristo recebem perdão e vida por causa do sacrifício de Jesus. Isso está sumarizado em João 3.16. Ademias, em João 14.6, Jesus diz que ele é o caminho, a verdade e a vida! Fora de Jesus não há vida verdadeira. Conhecer a vida é conhecer Jesus. Sem ele não podemos chegar a Deus. Sendo assim, apenas Jesus nos revela a verdade terrível a respeito de nós mesmo, e nos mostra que o caminho é cremos em nosso único e suficiente Senhor e salvador.

Vida nas cartas de João

Em 1 João 1.1,2 vemos praticamente uma repetição de João 1. Mas, a ênfase de João em sua carta é destacar que Jesus é a manifestação tangível da vida, a qual os discípulos testemunharam vividamente. Por isso, João usa expressões como “nossos olhos viram e nossas mãos apalparam”. A vida se manifestou corporalmente em Jesus. Quem o conheceu, teve contato com a verdadeira vida. Não é uma lenda ou algo imaterial.

Ao longo da carta, em 1 João 3.14-16, sabemos que a nova vida em Cristo gera mudanças perceptíveis naqueles que recebem Jesus. Uma dessas características é o amor. Quem não ama, permanece na morte. Na Bíblia essa morte ainda não é a física, mas a espiritual. Refere-se àqueles que estão mortos em seus pecados, rebeldes e contrários à vontade de Deus. Contudo, embora os pecadores “vivam mortos”, o pecado por fim resulta na morte física também. Dessa forma, 1 João 5.12 explica que a diferença entre os que estão “mortos vivos” e os “realmente vivos” é Jesus!

Portanto, só há vida em Cristo. Verdadeira, abundante e plena, livre do pecado, livre da escravidão. Somente Cristo salva!

Fontes   [ + ]

1.  Ellicott’s Commentary for English Readers
2, 5.  HELPS Word-studies
3, 4.  Strong’s Concordance
6.  Thayer’s Greek Lexicon

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More